20 de out de 2016

Gabriela Contesa: Hitler

Hitler

A barca do diabo estava quase pronta para partir, o judeu já posicionado para ir à reboque, quando um sujeito mandão chegou espantando todos à sua volta, todos corriam assustados, o diabo, acostumado a sempre ser o malfeitor, gritou:

DIABO
Quem se atreve causar discórdia em minha presença?

JUDEU
Oh, não! Este homem nem aqui merece estar,
É pior que eu ou que qualquer outro!

DIABO
Cala-te, porco!
Entre, senhor,
Diga-me mais sobre a razão de estar aqui,
E veremos onde se encaixa nesta viagem.

HITLER
Sou cristão, rezei toda vida, fiz o bem e purifiquei minha terra dos imundos,
Ainda assim me mandam junto com esses avarentos?

DIABO
Meu caro, me perdoe! Esqueço-me que tu, o grande justiceiro, não fez nada de mal!
Conheço seu legado e condordo contigo!
Por que estaria aqui?

HITLER
Largue disso e traga logo uma barca só para mim!

DIABO
Mas é claro que o farei,
Não deseja nada mais, MESTRE?

HITLER
Ora, pare de caçoar de mim, farsante!
Sou puro e deve respeitar-me!

DIABO
Chega!
Amarra-o junto ao judeu, veremos quem é o farsante por aqui!

HITLER
Como ousa?
Farei da sua vida um inferno!
Me ouviu?

DIABO
Como me diverte!
Será meu novo pato!


Nenhum comentário:

Postar um comentário