6 de nov de 2016

Letícia da Silva: Auto da Barca da Tecnologia

Auto da Barca da Tecnologia
Primeiramente não queremos desejar a morte de ninguém, mas mostrar o reconhecimento de dois caminhos pós-morte e os dois lugares bem conhecidos, onde se localizam o céu e o inferno.
O interlocutor primordial é o Bill Gates que com ele segura um microcomputador, no qual estão guardados os primeiros dias de fama do grande nerd da tecnologia.
Diabo: Vamos, gentil camarada, nosso barco está prestes a partir.
Diabo: Vamos, gentil camarada, nosso barco está prestes a partir
Bill Gates: Olá, senhor, quem tu convidas para partir?
D: Ora! Quem mais está aqui além de você.
BG: Qual o destino desta barca?
D; Para o lugar mais quentinho que consiga imaginar.
BG: Como só existem dois caminhos e um dos mais quentes seria o inferno.
D: Isso mesmo, vamos seguir rumo ao inferno.
BG: Não, moço, agradeço, mais o céu me aguarda eu sinto.
D: Que pena camarada! Não tem disseram que quando você morre não se sente mais nada (risada sarcástica)
BG: Sim, por conta disso, criei meu próprio microcomputador de sentimentos.
D: Microcomputador? Sentimentos?
BG: Isso mesmo nele guarda meus primeiros dias de fama e eu posso reviver o quanto foi bom, ter criado um software.
D: É com isso que você acha que vai para o céu?
BG: Claro, fiz e ainda faço pessoas felizes com os meus trabalhos.
D: Mas você não faz as pessoas felizes!
BG: Oxi faço sim!
D: Não faz, a tecnologia está destruindo vidas das pessoas, elas não se comunicam visualmente, os jovens estão usando internet para fazer bulling, levando isso até a morte!  
BG: Mas sou gente boa! Já não terei chance para ir ao céu #Partiu inverno.

E assim embarcaram

Nenhum comentário:

Postar um comentário